ANÁLISE DAS CARACTERÍSTICAS ANTROPOMÉTRICAS E DA COMPOSIÇÃO CORPORAL DE ATLETAS JOVENS DE FUTEBOL

A transição da categoria sub15/sub17

  • Cláudio Luís Toledo Fonseca
  • Paulo Henrique Fernandes de Freitas
  • Vitor de Paulo Fortes

Resumo

A monitorização das características antropométricas e da composição corporal de atletas jovens é um procedimento necessário para o processo de seleção esportiva no futebol, sobretudo devido a influência do processo de crescimento e desenvolvimento durante a adolescência. O objetivo deste estudo foi analisar as características antropométricas e da composição corporal de atletas de futebol das categorias Sub15 e Sub17. Participaram do estudo 57 atletas do sexo masculino participantes do Campeonato Estadual de 2018, sendo sub15 (n=29) e sub17 (n=28). As medidas antropométricas foram obtidas através das orientações da ISAK (INTERNATIONAL SOCIETY FOR ADVANCEMENT OF KINANTHROPOMETRY). Para determinação da composição corporal utilizou-se o protocolo de quatro dobras cutâneas proposto por Faulkner (1968). Em seguida foi realizado o fracionamento da massa corporal em quatro componentes: massa de gordura (MG), massa óssea (MO), massa muscular (MM) e massa residual (MR). Os dados foram apresentados através da média e desvio padrão visando caracterizar os dois grupos nas variáveis de pesquisa. A análise inferencial foi desenvolvida através da comparação das médias utilizando o teste de t para amostras independentes com nível de significância p<0,05. Os resultados demonstraram valores mais elevados dos atletas Sub17em todas as variáveis pesquisadas. Desta forma, pode-se concluir que o processo de transição de uma categoria para outra, os atletas Sub17 apresentam características morfológicas que podem proporcionar vantagens durante o processo de seleção esportiva em relação aos atletas Sub15.

Como Citar
FONSECA, Cláudio Luís Toledo; DE FREITAS, Paulo Henrique Fernandes; FORTES, Vitor de Paulo. ANÁLISE DAS CARACTERÍSTICAS ANTROPOMÉTRICAS E DA COMPOSIÇÃO CORPORAL DE ATLETAS JOVENS DE FUTEBOL. Simpósio, [S.l.], n. 8, fev. 2020. ISSN 2317-5974. Disponível em: <http://revista.ugb.edu.br/ojs302/index.php/simposio/article/view/1928>. Acesso em: 16 jan. 2021.