MAPEAMENTO DE ÁREAS DE RISCO DE DESLIZAMENTOS NO MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA

  • José Eduardo Dias
  • Diovanna Lara Lucas

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo mapear e identificar por meio de geoprocessamento áreas com suscetibilidade para deslizamentos no município de Volta Redonda. Na pesquisa foi utilizado um Sistema de Informação Geográfica (SIG), o SAGA/UFRJ para a geração do mapa georreferenciado de deslizamentos. Para o estudo foram utilizados os seguintes parâmetros do meio físico, antrópico e biótico: Geomorfologia, Declividade, Geologia/Litologia, Solos, Uso e Ocupação/Cobertura Vegetal. A classificação foi consolidada pelo procedimento de Avaliação Ambiental, sendo adotado um algoritmo do tipo de média ponderada. Para cada classe dos parâmetros foram atribuídas notas de 0 a 10, conduzindo à geração do mapa digital de riscos de deslizamentos. As áreas foram classificadas com os seguintes graus de risco: altíssimo, alto, alto/médio, médio/baixo e baixo/baixíssimo risco. Foram executadas Assinaturas Ambientais para a caracterização das áreas classificadas. Os resultados aqui apresentados por meio de geoprocessamento mostraram a distribuição espacial das áreas mais susceptíveis destacando-se as classes de altíssimo e alto risco.

Como Citar
DIAS, José Eduardo; LUCAS, Diovanna Lara. MAPEAMENTO DE ÁREAS DE RISCO DE DESLIZAMENTOS NO MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA. Simpósio, [S.l.], n. 8, mar. 2020. ISSN 2317-5974. Disponível em: <http://revista.ugb.edu.br/ojs302/index.php/simposio/article/view/1999>. Acesso em: 28 jan. 2021.