Y-STR COMO FERRAMENTA NA RESPONSABILIZAÇÃO DO AUTOR DE CRIMES SEXUAIS

  • Leonardo de Figueiredo Vilela
  • Beatriz Paiva Nogueira
  • Luiz Ricardo Monsores Alves

Resumo

As técnicas desenvolvidas utilizando os STRs do cromossomo Y surgiram no meio forense como uma ferramenta de grande valia para identificação de perfis genéticos em casos de violência sexual. Os marcadores Y-STR são capazes de reconhecer determinadas partes deste cromossomo que é encontrado somente em DNA masculino, tornando possível a análise em condições onde os materiais femininos e masculinos se encontram misturados por exemplo, facilitando e promovendo resultados mais fidedignos. Visto que o crime sexual é uma grave violação dos direitos humanos presente em qualquer sociedade e traz consigo inúmeras consequências individuais e coletivas o objetivo deste estudo foi demonstrar por meio de revisão de literatura como a utilização de marcadores genéticos do cromossomo y e técnica YSTR em casos de crimes sexuais influenciam em sua resolução, na identificação de amostras e culpabilização dos responsáveis pelos atos. A metodologia utilizada foi de pesquisa qualitativa, envolvendo consulta em diversas plataformas e revistas como o PubMed, Elseiver e FSI Genetics. Após revisão do material selecionado foi possível constatar a utilidade dos marcadores e da técnica na investigação forense e o quanto são imprescindíveis novas abordagens e estudos para transpor possíveis barreiras relativas à técnica e manter os profissionais atualizados.

Como Citar
VILELA, Leonardo de Figueiredo; NOGUEIRA, Beatriz Paiva; ALVES, Luiz Ricardo Monsores. Y-STR COMO FERRAMENTA NA RESPONSABILIZAÇÃO DO AUTOR DE CRIMES SEXUAIS. Simpósio, [S.l.], n. 8, mar. 2020. ISSN 2317-5974. Disponível em: <http://revista.ugb.edu.br/ojs302/index.php/simposio/article/view/2000>. Acesso em: 27 jan. 2021.