ESTUDO COMPARATIVO ENTRE OS MÉTODOS DE CÁLCULO DE CAPACIDADE DE CARGA EM FUNDAÇÃO PROFUNDA PELO MÉTODO DE AOKI-VELLOSO E DÉCOURT-QUARESMA

  • Weslen Neri de Lima
  • Isabela Monteiro Alves
  • Linara Fazolato Mateus

Resumo

Este artigo expõe um estudo comparativo entre os métodos de Aoki-Velloso e Décourt e Quaresma, que auxiliam os cálculos de estaca para fundações profundas, através dos dados da Sondagem SPT, e de um edifício comercial de quatro pavimentos. A sondagem SPT utilizada foi de natureza teórica, os dados de projeto do edifício foram feitos a partir de software especializado e os métodos de cálculo abrangidos neste estudo e suas respectivas tabelas foram pré-definidas a partir do livro de Exercícios de Fundações de Alonso. Os cálculos foram feitos manualmente, e demonstrados parcialmente em texto. As soluções dos cálculos foram, em sua totalidade, expostas em tabelas. Com os resultados obtidos pelos dois métodos, chegou-se à conclusão que para este projeto, no geral, o método de Aoki-Velloso foi mais eficiente e econômico, quando comparado ao método de Décourt e Quaresma, gerando uma diferença considerável de metragem de estacas entre os métodos, ocasionando então redução de custos quando utilizada menor metragem.

Como Citar
LIMA, Weslen Neri de; ALVES, Isabela Monteiro; MATEUS, Linara Fazolato. ESTUDO COMPARATIVO ENTRE OS MÉTODOS DE CÁLCULO DE CAPACIDADE DE CARGA EM FUNDAÇÃO PROFUNDA PELO MÉTODO DE AOKI-VELLOSO E DÉCOURT-QUARESMA. Simpósio, [S.l.], n. 8, mar. 2020. ISSN 2317-5974. Disponível em: <http://revista.ugb.edu.br/ojs302/index.php/simposio/article/view/2044>. Acesso em: 19 jan. 2021.