USO DA IMUNOTERAPIA NO TRATAMENTO CONTRA O CÂNCER

  • Pedro Henrique da Silva Bezerra
  • Ilana Menezes Tavares
  • Amanda Braz de Souza
  • Bianca Oliveira Paixão Gonçalves
  • Leilly Hellen Roxo de Mattos
  • Felipe Mactavisch da Cruz

Resumo

O câncer continua comprometendo a saúde de diversas pessoas, cerca de 13% de todas as mortes do mundo são referentes ao câncer, por isso a busca por técnicas que possam servir de tratamento é bastante visada. Atualmente, existe algumas formas de tratamento como cirurgia, quimioterapia e radioterapia, que dessas, a mais usual é a quimioterapia, porém mesmo com esses tratamentos, o paciente ainda teria que conviver com sequelas, e por isso, a imunoterapia veio como uma solução, já que ela usa os próprios anticorpos do indivíduo para combater o câncer, gerando uma resposta menos agressiva e com uma menor possibilidade de sequela. O trabalho teve como objetivo a comparação da quimioterapia com a imunoterapia. A metodologia foi de revisão bibliográfica de pesquisas que tiveram como resultados a utilização de fármacos quimioterápicos e imunoterápicos. A pesquisa foi feita em sites com PubMed e Scielo, com a data de 10 anos, entre 2011 e 2021. Os resultados obtidos foram de pesquisas em canceres de pulmão e escamoso, com o imunoterápico pembrolizumabe e atezolizumab e o quimioterápico docetaxel, que se mostraram positivos, com uma base na sobrevida do tratamento de cada um, os imunoterápicos se mostraram com uma sobrevida maior que os quimioterápicos, demonstrando que os imunoterápicos têm uma eficácia melhor á nível de efeitos colaterais.

Como Citar
DA SILVA BEZERRA, Pedro Henrique et al. USO DA IMUNOTERAPIA NO TRATAMENTO CONTRA O CÂNCER. Simpósio, [S.l.], n. 10, abr. 2022. ISSN 2317-5974. Disponível em: <http://revista.ugb.edu.br/ojs302/index.php/simposio/article/view/2476>. Acesso em: 18 jul. 2024.