GESTÃO DA DOCÊNCIA NÍVEL SUPERIOR: Práticas docentes inovadoras e ativas em tempos de crise

  • Francisco Carlos Pereira
  • Renata Coelho de Oliveira
  • Rafael Teixeira dos Santos

Resumo

O crescimento da competitividade entre as empresas gera o estímulo para que as organizações se adaptem constantemente às exigências do mercado, as quais são cada vez mais voláteis, ou seja, se modificam o tempo todo. Este panorama também e pertinente ao mundo acadêmico, sendo uma realidade para as IES (Instituições de Nível Superior). A utilização de jogos e simulações como instrumentos de aprendizagem teve seu início nos EUA, na década de 50, com a finalidade de treinar executivos da área financeira. Devido os bons resultados, seu uso estendeu-se a outras áreas, chegando ao Brasil com maior ênfase na década de 80. O uso destas práticas tem possibilitado a ativação do potencial humano, contribuindo para o encaminhamento e a condução de ações voltadas para a democratização do ambiente de trabalho, por extensão, da própria organização e, numa perspectiva mais ampla, do espaço comunitário a seu redor.

Como Citar
PEREIRA, Francisco Carlos; DE OLIVEIRA, Renata Coelho; DOS SANTOS, Rafael Teixeira. GESTÃO DA DOCÊNCIA NÍVEL SUPERIOR: Práticas docentes inovadoras e ativas em tempos de crise. Simpósio, [S.l.], n. 10, abr. 2022. ISSN 2317-5974. Disponível em: <http://revista.ugb.edu.br/ojs302/index.php/simposio/article/view/2498>. Acesso em: 24 fev. 2024.