HISTORIA DA PAISAGEM DO VALE DO PARAÍBA DO SUL CONTADA PELA FLORA DE SEUS FRAGMENTOS FLORESTAIS

UMA ANÁLISE AMBIENTAL DO FRAGMENTO DE PENEDO, RJ

  • UGB FERP UGB
  • Paola Oliveira
  • Ivoneide Silva
  • Lara C.Oliveira
  • Felipe Nascimento
  • Gilson de Souza

Resumo

Este estudo foi desenvolvido no Parque municipal turístico de Penedo/RJ, Floresta Ombrófila Densa, a cerca de 750 metros de altitude, nas coordenadas 22º24’35,68”S e 44º 33’14,88”O. O método utilizado foi o de parcelas permanentes, foram montadas nove parcelas de 5 x 20 m, totalizando 0,09 ha instaladas no trecho mais preservado das florestas. O critério de inclusão foi o de DAP ≥ 5 cm a 1,30 m acima do solo. Para identificação do material utilizou o sistema APG III e a lista da flora do Brasil do JBRJ. Foram inventariados 241 espécimes, distribuídos em 27 famílias e 66 espécies. A família mais numerosa foi Arecaceae (95 indivíduos de E. edulis) e Cyatheaceae (Pteridófita) com a espécie. C. delgadii com 21 indivíduos, as duas juntas correspondem a 50% dos indivíduos amostrados. As famílias mais ricas em espécies foram: Rubiaceae (22), Melastomataceae (12), Fabaceae (8), Myrtaceae (7) e Piperaceae (7) espécies cada. As espécies mais numerosas foram: Euterpe edulis (95), Cyathea delgadii (21), Bathysa australis (11), Guapira opositta (7), Miconia prasina (5) e Croton floribunda (4). E. edulis apareceu entre as cinco espécies mais importante em diversos estudos para a região. A classe de altura mostrou-se em J invertido, o domínio de individuos jovens está ecologicamente garantindo a continuidade da floresta apesar dos impactos que a cometem. As Espécies que dominam na área fazem parte de um conjunto de respostas às florestas, pois são espécies que são responsáveis pelo processo de regeneração da flora da região. O conhecimento da riqueza floristica de suas matas, mostra o quanto esta floresta guarda recursos genéticos, paisagísticos e ecológicos para o médio Vale do Paraíba.

Como Citar
FERP, UGB et al. HISTORIA DA PAISAGEM DO VALE DO PARAÍBA DO SUL CONTADA PELA FLORA DE SEUS FRAGMENTOS FLORESTAIS. Simpósio, [S.l.], n. 2, out. 2017. ISSN 2317-5974. Disponível em: <http://revista.ugb.edu.br/ojs302/index.php/simposio/article/view/283>. Acesso em: 20 ago. 2022.