ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA NO DESENVOLVIMENTO DO PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E-LIXO

  • UGB FERP UGB
  • Lívia Vidal
  • Rafael dos Santos

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar e buscar soluções sustentáveis para o reaproveitamento do lixo eletrônico produzido nas dependências do Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB), identificando e descrevendo possíveis alternativas para o destino dos materiais que indubitavelmente não poderão ser reaproveitados. A pesquisa considera aspectos relacionados à utilização da Tecnologia da Informação e aspectos socioambientais do lixo eletrônico, suas conseqüências e possíveis soluções para este problema no Brasil. A metodologia quanto aos fins, é descritiva, pois visa descrever os processos de reaproveitamento do lixo eletrônico computacional. É ainda intervencionista porque tem como objetivo principal interpor-se, interferir na realidade estudada para modificá-la. Quanto aos meios trata-se de uma pesquisa bibliográfica, pesquisa de campo e estudo de caso; e quanto à natureza, pesquisa qualitativa e quantitativa, tendo ainda como universo da pesquisa o corpo acadêmico do UGB. A pesquisa valeu-se de opiniões através de roteiro de entrevista aplicado tanto ao corpo acadêmico da instituição. Os dados levantados evidenciaram o quão incipiente ainda é a gestão do lixo eletrônico, nem tanto por falta de conhecimento a respeito do problema, mas por ausência de políticas voltadas ao tratamento adequado destes resíduos. As conclusões alcançadas pelo artigo dizem respeito à necessidade crescente de uma conscientização para o reaproveitamento sustentável do lixo computacional, como forma de, não apenas promover economia em estoque para o UGB, como também dar maior visibilidade à imagem organizacional da institucional, através de iniciativas socioambientais, perante uma sociedade cada vez mais exigente com a preservação do meio ambiente.

Como Citar
FERP, UGB; VIDAL, Lívia; DOS SANTOS, Rafael. ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA NO DESENVOLVIMENTO DO PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E-LIXO. Simpósio, [S.l.], n. 2, out. 2017. ISSN 2317-5974. Disponível em: <http://revista.ugb.edu.br/ojs302/index.php/simposio/article/view/314>. Acesso em: 20 ago. 2022.