REPENSANDO O ENSINO DE INGLÊS NAS ESCOLAS

  • UGB FERP UGB
  • Paulo Lúcio Lima

Resumo

A proposta aqui apresentada visa a expor uma pesquisa que vem sendo desenvolvida com os
alunos do curso de Letras como uma alternativa para uma “ensinagem” (SZUNDY;
NICOLAIDES, 2013) mais eficaz de língua inglesa, através da Instrução Baseada em
Conteúdo. Para tal, é analisada a atual situação do ensino de língua inglesa em escolas
públicas e particulares, comparando-a aos PCN’s de língua estrangeira e ao Currículo Mínimo
do Estado do Rio de Janeiro, e aos posicionamentos de Brown (1994), Rajagopalan (2013),
Richards (2006), Spratt, Pulverness e Williams (2005) e Szundy e Nicolaides (2013). Percebese
uma urgência em promover mudanças significativas na área de língua estrangeira moderna,
para que os professores possam oferecer as ferramentas necessárias aos alunos para que estes
possam chegar ao domínio de uma língua adicional.

Como Citar
FERP, UGB; LIMA, Paulo Lúcio. REPENSANDO O ENSINO DE INGLÊS NAS ESCOLAS. Simpósio, [S.l.], n. 2, out. 2017. ISSN 2317-5974. Disponível em: <http://revista.ugb.edu.br/ojs302/index.php/simposio/article/view/342>. Acesso em: 20 ago. 2022.